Refrescando no Outono!

Sim, estamos em pleno outono espanhol. Barcelona fica com um colorido a la Miró em “50 tons de amarelo”. Tudo muito lindo!

O friozinho seria ideal para um chocolate quente, não é mesmo?

Nada disso! Um delicioso  “helado” para refrescar os fins de tarde torna tudo ainda mais saboroso.

De todas as Gelaterias que tenho degustado em Barcelona, uma se destaca, a Ottavia Gelateria. Localizada em Gracia.

IMG_7866Um legítimo sorvete italiano artesanal, produtos super frescos. Os sabores do dia variam de acordo com a disponibilidade do mercado. Tem de tudo. Dos sabores mais inusitados e para paladares curiosos como: sorvete de Gazpacho, Melancia, Abacate … aos meus favoritos: Avellanela (combinação de avelã com nutella), Mandarina (mexerica)  e Frambuesa. Imperdíveis!

IMG_7861

Refresque-se com sabor e sem culpa!

Dose Dupla: Arte com Sabor!

Barcelona é conhecida por suas cores e formas de Gaudí. Mas, há mais cores e passeios fora da rota turística para poder apreciar a cidade.

Barcelona está colorida, também, pela arte de rua. Em cada esquina é possível apreciar grafites e outras expressões culturais. Sair do convencional é a dica! Conheça os grafites espalhados pela cidade, passeando por ruas que, talvez, nunca fosse desbravar ao fazer um tour convencional.

Minha sugestão é o passeio guiado com o pessoal do “Street Art Walking Tours“. Guiada por algum grafiteiro ou artista é possível fazer duas rotas distintas: 1] El Born e Bairro Gótico ou, 2] El Raval. Os passeios são gratuitos, mas aceitam doações. O Grupo ainda oferece um passeio guiado de bike, fora do centro de Barcelona, com duração média de 3 horas, por €15,00.

Optei por conhecer os grafites espalhados pelas ruas do bairro Raval. Após o término do passeio pedi uma sugestão de onde poderia comer algo pela região.

IMG_7803

Seguindo as recomendações do artista/guia entrei no clima e fui apreciar o menu que faz parte do seu hábito.

Me deparei com um pequeno lugar, que passaria despercebido em uma caminhada. Porém, bem aconchegante. Me deliciei com tacos e burritos no El Pachuco.

IMG_7825

Situado em frente ao Monastério de Sant Paunt del Camp, o El Pachuco é um restaurante singelo, com preços super em conta e porções bem servidas. O cardápio é super enxuto, geralmente com três opções: vegetariana, ave ou carne de cerdo.

IMG_7823

O ambiente apresenta uma decoração bem colorida, tipicamente mexicana. Lá também é possível ver quadros espalhados pelo ambiente. Todos de artistas e à venda. Uma espécie de galeria.

Me aventurei nos tacos de cactos com queijo e fui surpreendida por uma explosão de sabores e pelo tamanho da porção. O cactos apresenta uma textura muito semelhante ao quiabo e juntamente com o queijo, nem é possível sentir seu gosto característico.

Para acompanhar um legítimo mojito, super refrescante.

IMG_7839

Se você deseja saborear um outro lado de Barcelona, não deixe de desfrutar esta dupla!

 

Flax & Kale

Você já ouviu falar em dieta Flexitariana?

Isso mesmo. Dieta Flexitariana!

Essa é a proposta do restaurante Flax & Kale que dita esta tendência alimentar aqui em Barcelona. A dieta flexitariana é derivada da junção das palavras flexibilidade e vegetariana. Ou seja, uma dieta que prioriza as frutas e hortaliças, sem excluir por completo o consumo de carne.

E, é baseando nesta proposta alimentar, que o restaurante tem um dos cardápios mais coloridos, inusitados e saborosos da cidade. O menu é composto de 80% de preparações vegetarianas e 20% de pratos contendo proteína animal (somente peixes fonte de W3).

O nome em si já é bem sugestivo. Flax & Kale dois alimentos de origem vegetal: a linhaça e a couve (respectivamente), que nutrem o local com saborosas preparações.

O restaurante pertence a  Teresa Carles, chefe e proprietária do emblemático restaurante vegetariano de mesmo nome (Teresa Carles) presente em Barcelona desde 1979.

Atualmente Teresa e sua família coordenam três grandes negócios em Barcelona:

  • O Flax & Kale (Restaurante Flexitariano)
  • O Teresa Carles (Restaurante Vegetariano)
  • Teresa’s Juicery (os famosos sucos prensados a frio)

Situado na Carrer dels Tallers, 74, bem próximo à praça Catalunya e em frente à praça Universidad  está o delicioso Flax & Kale. O ambiente é super aconchegante. Tem um terraço lindo onde é possível saborear e apreciar a vista ao mesmo tempo.

Se você não se sente confortável em ir sozinho a um restaurante, deixe isso de lado, seja mais “flexível” e aproveite. O Flax & Kale possui espaços coletivos. Assim, você pode deliciar os pratos e também, quem sabe, fazer novas amizades.

O cardápio flexitariano é elaborado pela chef Teresa, mas conta com um respaldo de peso, mas equilibrado,  de duas nutricionistas, responsáveis por elaborar as fichas técnicas das preparações e as fórmulas dos sucos prensados (que também são vendidos no local e podem estar presentes em algumas preparações).

“Para picar”: não deixe de experimentar a inusitada e muito saborosa sandía a la parrilla , con queso de cabra + mizuna + hoja de mostaza + almendras marcona y salsa sweet mint. Se traduzir perderá a surpresa!

IMG_6621

Como “especialidad” fui bem “flex”: pesca del salmón en algerri con ensalada de quinoa + salsa de cítricos y hierbas del campo.

IMG_6630

Para fechar o “postre”: two texture choco cake con cold press de almendras y helado de fresa.

IMG_6635

Se estiver em Barcelona seja flexível e deguste este sabor!

Santa Gula

Captura de Tela 2015-10-08 às 15.24.37Gula, do latim de mesmo nome: desejo insaciável por comida e bebida. Considerada como um pecado capital, este é o tipo de pecado que levaria a pessoa direto ao inferno.

Mas como a Gula (aqui neste caso) é precedida pela Santa, o único pecado é não saborear os pratos dos “Deuses” deste Restaurante, o Santa Gula…. é de deixar qualquer mortal nas nuvens!

O cardápio do Santa Gula muda quinzenalmente de acordo com os produtos da estação. Situado no bairro de Grácia, o espaço é bem intimista, praticamente um “pedacinho de céu”. Daqueles lugares que a entrada já chama atenção de tão bonitinha. E foi desse jeito que me adentrei, sentei-me à “direita de Deus pai” e cometi o pecado sem culpa.

De entrada fui no tradicional e básico de todo restaurante catalão, o pão com tomate.

IMG_6196

O Prato principal foi um bacalhau com crosta de batata e purê de maçã, que deixaria qualquer santo em perdição.

IMG_6200

E o melhor ainda estava por vir. Um tiramisú de pêra com crumble de cacau que de tão criativo dava dó de dar a primeira garfada! O pecado aqui foi de comer com os olhos. O Tiramisú veio dentro de um vasinho, com o crumble de cacau que lembrava a terra e um ramo de hortelã. Um “Tiramisú Plantado”.

IMG_6208

O lugar é imperdível e vai deixar qualquer santo com água na boca!

Mordisco

Seja em espanhol (Mordisco) ou em português (Mordida) o sabor é de dar dentadas em portunhol!

O Mordisco é um restaurante situado no coração de Barcelona. Se estiver caminhando pelas Ramblas ou Paseo de Gracia dar uma boa mordida nestas delicias é uma ótima opção que este lindo restaurante pode te oferecer.

Sozinho ou acompanhado é uma boa pedida para petiscar, tomar um drinque, comer ou até mesmo para fazer um mercadinho básico.

O restaurante em si é lindo. A fachada pela noite é de abrir o apetite. Todo cheio de luzinhas. Ao entrar se depara com um pequeno mercado/feira, onde é possível comprar desde hortaliças e frutas, a vinhos e azeites. Tudo muito lindo.

Aos fundos um lindo jardim. O ambiente em si já vale a visita.

O cardápio não é muito extenso o que facilita não se perder tanto. Para abocanhar tem-se as opções:

  • Compartir: mordidas para começar. Pequenas porções que vão desde alcachofras fritas, croquetas de jamón à pulpo (polvo) a la andaluz com salsa de jalapeño. Os preços das entradinhas variam de €6 a €14.
  • Entrantes: apreciar o sabor de sopas como as de cenoura com gengibre (média €7), tartar de atum com abacate, cebola e coentro (média de €13,5) são boas opções “de boca”.
  • Pastas y Arroces: com opções deliciosas de morder os beiços (preço médio €13)
  • Carnes: pra todos os gostos com preços que variam até €25.

Para abrir meu apetite comecei mordiscando as famosas croquetes de jamón (um petisco pra lá de saboroso e muito comum em Barcelona. Lembra os croquetes brasileiros. Mas, aqui há croquetas de jamón, de pollo, de spinaca, de calamares, de bacalau … de tudo e, tooooodas são deliciosamente mordíveis numa dentada só!)

Para acompanhar uma “copa de vino”.

E, como segundo prato resolvi abocanhar uma pasta com setas (cogumelos),  spinaca (espinafre) e nueces (nozes).

A sobremesa acabei não dando uma mordidela. Preferi apreciar o ambiente agradável com outra golada de vinho.

Uma boa opção de mordidas saborosas em Barcelona!

Empezando pelo sabor tradicional!

Imagem

Sim, o Letras com Sabor não poderia deixar de começar a degustar Barcelona pelo mais típico e tradicional da Espanha: Pão com tomate, Gazpacho, Tortilla de Patata, Paella e Creme Catalão.

Na Espanha esse é um menu muito típico e tradicional repleto de cores e sabores a la Gaudí! Aqui alguns alimentos se fazem presentes diariamente nas refeições espanholas.O tomate em suas mil e uma variedades, a batata, o ovo, o jamón, o azeite, o arroz e o vinho.Com estes ingredientes básicos é possível elaborar uma série de pratos de dar água na boca.

Para me aventurar e saborear estas delícias resolvi me inscrever em uma aula de culinária espanhola. Procurei por escolas de culinária em Barcelona e acabei escolhendo a bcnKitchen que oferece diversas aulas gastronômicas.

Realizei todo o processo de reserva e compra da aula pelo próprio site. Apesar de estarmos em Barcelona, a aula foi dada toda em inglês (um pequeno inconveniente para aqueles não “degustam” esta língua). O ponto de encontro não poderia ser mais colorido e de abrir o apetite: La Boqueria. Um dos mercados mais conhecidos (e turísticos) de Barcelona.

Barcelona está recheada de mercados locais. Há muitos a degustar. E de todos, com certeza, se procuram algo bem turístico, o lugar certo é La Boqueria. Mais pra frente farei um post com os melhores mercados locais de Barcelona para apreciar sem moderação.

… Voltando à classe de cocina. Nos encontramos no mercado e antes de começarmos a aula, compramos os ingredientes necessários para a preparação do menu. Esta parte foi divertida e interessante. É possível conhecer as diversidades, os hábitos e comportamento alimentar da região, bem como entender um pouco sobre os tipos de jamón, os tipos de azeite e de azeitonas (coisas tão complexas como vinhos, já que não sou uma expert, apenas uma degustadora de sabores).

A aula começa às 10h30 com as compras e explicações. Um tour pelo mercado e subimos para a cozinha (que se encontra dentro do próprio mercado). Um grupo de 8 pessoas e mão na massa.

Não será possível explicar tuuuuuuudo e toooooodas as preparações. Mas quem quiser posso encaminhar as receitas. Só entrar em contato com o Letras com Sabor!

Mas, vou resumir as com as impressões que tive:

  • Gazpacho é muito simples de fazer. Mas a escolha do tomate faz toda diferença. Como no Brasil não temos tanta diversidade de espécies como aqui na Espanha, minha sugestão é utilizar o tomate italiano (menos semente e mais carnudo) ou então o tomate débora (menos ácido que o tomate carmem, mas com mais sementes que o italiano). Hoje em dia gurmetizaram o Gazpacho aqui na Espanha. Tem Gazpacho de frutas vermelhas, de sandía (melancia) … Mas, o tradicional e original é tomate, pimentão, cebola, pepino e pão (alguns não utilizam o pão).
  • Tortilla de Patata era meu medo. Como podem fazer uma coisa tão deliciosa como aquela e não desmanchar? Na verdade, a tortilla pode ser comparada à grosso modo com um omeletão de batatas. Basicamente é composta de três passos: cozinhar as batatas, dourar as cebolas e bater os ovos. Misture todos os ingredientes e pronto, só adicionar à panela. O que mais me chamou atenção em todo o processo foi o cozimento da batata. São cozidas em azeite de imersão a fogo baixo (para não fritar). Daí, fiquei pensando como adaptar isso ao Brasil, pois uma lata de azeite extra virgem é muito cara e, aqui na Espanha azeite se vende como óleo de soja no Brasil. Sugestão: utilizar metade de azeite e metade de outro óleo; cozinhar as batatas em microondas e depois adicionar um pouco de azeite para continuar o processo (não testei ainda e não sei se ficarão tão saborosas). Nestas horas é melhor nem pensar no valor calórico. Só saborear mesmo.
  • Paella, nem é tão complicada de se fazer, porém é preciso ter uma paelleira, uma
    chama de fogo adequada para o cozimento e um bom açafrão.
  • Creme Catalão simples, prático e rápido de fazer.

Por toda Espanha vão encontrar estes sabores espalhados por diversos restaurantes. Grande parte turísticos e não tão saborosos. Mas, o Letras com Sabor deixará nos posts seguintes dicalícias de onde saborear os melhores “arroces” …

Captura de Tela 2015-09-26 às 10.42.38

Os Sabores de Barcelona

Imagem

Depois de muito tempo de “molho” o Letras com Sabor” resolveu voltar com um tempero pra lá de especial, a Cataluña!

Isso mesmo. O Letras com Sabor estará em Barcelona até Janeiro/2016. Então, nada melhor do que desvendar os sabores, cores e delícias desta cidade tão especial.

Saboreie as dicalícias sem moderação!

Delícias Famosas

Imagem

Captura de Tela 2013-12-02 às 09.57.33

Você gosta de filmes? E seriados?

Já imaginou o seu filme ou seriado predileto se transformar em uma deliciosa preparação?

Essa foi a saborosa e genial ideia  do designer de multimídia italiano, Frederico Mauro. Ele se aventurou na criação de divertidas e saborosas imagens que associam a comida aos filmes e programas de TV.

Um clique pra lá de delicioso!

Captura de Tela 2013-12-02 às 09.57.40 Captura de Tela 2013-12-02 às 09.57.47 Captura de Tela 2013-12-02 às 09.57.56 Captura de Tela 2013-12-02 às 09.58.02 Captura de Tela 2013-12-02 às 09.58.07 Captura de Tela 2013-12-02 às 09.58.14 Captura de Tela 2013-12-02 às 09.58.32

Tipografia Comestível

Imagem

Captura de Tela 2013-10-21 às 13.46.38

A tipografia é a arte em criar textos. Uma composição tipográfica deve ser legível e envolvente, considerando todo o seu contexto.

A tipografia contemporânea é recheada de novas possibilidades e design. Tem arial, helvetica, calibri … pra todos os gostos e formas.

Você deve estar se perguntando: qual a relação entre letras e sabores?

Imagine escrever um delicioso e-mail com letras em alimentos.  Um ovo helvetico, ou uma carne em arial!

Essa é a proposta de dois projetistas Vladimir Loginov e Maksim Loginov. A dupla se inspira em tudo que os rodeia. Fazem campanhas publicitárias, embalagens, capas de revistas  … Um mix de sabores em letras.

É letras com sabor!

Captura de Tela 2013-10-21 às 13.49.34 Captura de Tela 2013-10-21 às 13.50.16

Salada Imagética

Imagem

celly

A palavra arte origina-se do latim ars, significando técnica e/ou habilidade e relaciona-se com atividades de ordem estética e/ou comunicativa por meio da percepção das emoções, das ideias …

Entre as suas formas de manifestação e expressão temos os movimentos artísticos. Celeste Byers, provavelmente, não é um nome que possamos associar imediatamente com as revoluções históricas da arte. Mas, este adorador e entusiasta pela natureza poderia facilmente se deliciar em vários movimentos artísticos: modernismo (pop-art), surrealismo ou até mesmo o romantismo.

Não sou uma entendedora nata sobre artes. Mas, aprecio e saboreio aquilo que desperta os meus sentidos e eles são ainda mais aguçados quando há manifestação artística em sabor.

Esta é a proposta de Byers, cujas obras têm sido destaque no The New York Times. Recentemente, este artista, criou uma série de ilustrações feitas à mão – que são então digitalizadas – para um livro intitulado “Cook’s Garden“, que abastece restaurantes de Los Angeles com ervas frescas, frutas, legumes e ovos.

Uma mistura de cores, sabores e formas de aguçar a imaginação.

Vale o clique!

CooksGardenCover_700