Festas Juninas

No mês de junho pular a fogueira, se molhar na chuva e desmaiar com a cobra são tradições festivas em comemoração aos santos do mês (Santo Antonio, São João e São Pedro). É também nesse gostoso clima junino que podemos apreciar os mais diferentes e deliciosos quitutes.

As opções são tantas que, às vezes, engordamos só de pensar! É milho verde, curau, pamonha, quentão, canjica, pé-de-moleque, pipoca, arroz-doce, paçoca e por aí vai. Porém, mais do que calorias é preciso pensar em prazer, sabor, diversão e momentos de deleite com amigos e família. Devemos nutrir nosso corpo com momentos de felicidade.

Para fazer isso sem culpa e com uma pitada de conhecimento é interessante que nas quermesses, ou até mesmo em nossas preparações culinárias façamos escolhas inteligentes. Os alimentos utilizados nas preparações juninas são fontes de nutrientes que podem promover a saúde.

O amendoim, por exemplo, é uma leguminosa (da família do feijão) recheada de propriedades funcionais. Sim, ele tem calorias, mas apresenta benefícios em relação à sensação de saciedade (precisa ser muito mastigado, o que ativa o centro cerebral que controla nossa saciedade). Além disso, é fonte de fibras. Na quadrilha a cobra pode até ser mentira, mas o consumo de 30g/dia de amendoim pode ser um grande aliado nas defesas do seu coração, já que é fonte de ácidos graxos insaturados.

E o milho? Um dos alimentos mais versáteis nas festas juninas. Com ele podemos preparar curau, pamonha, pipoca, canjica, bolo, pudimpães … Uma variedade infinita de deliciosos quitutes. Este cereal é fonte de energia, fibras, vitaminas do complexo B, E, A e outros carotenóides como zeaxantina e luteína que conferem a cor aos grãos.

E que tal um toque de canela ou até mesmo gengibre às preparações juninas? Estes alimentos são curingas no cardápio junino acrescentando um toque de sabor aliado aos benefícios nutricionais.

Com seu sabor picante, o gengibre compõe o quentão. Ao adicioná-lo você inclui doses saudáveis de defesa ao sistema imunológico.

Agora imagine dançar forró a noite inteira e não sentir dor muscular? De acordo com um estudo publicado no “The Journal of Pain” o gengibre apresenta propriedades antiinflamatórias que ajudam a reduzir as dores musculares causadas por exercícios físicos.

Você quer ser a noiva do arraial? Que tal um toque de canela às preparações? Além de ser uma especiaria que pode apimentar a relação, a canela é um potente antioxidante e antiinflamatório. Alguns estudos científicos sugerem que uma boa pitada de canela pode apresentar benefícios na redução dos triglicérides e do colesterol.

O blog da Cozinha Pequena está recheado de receitas de quitutes imperdíveis. É tempo de festa, então abuse e se lambuze, pois junho acontece uma vez só ao ano.

Este texto foi publicado em 28/06/2012 no Cozinha Pequena em parceria com a Suporte Ciência. Vale a pena o click. Acesse!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s