Pipocando

Cinema com pipoca é uma combinação perfeita, um clássico. Porém, esta união está com os dias contados, pelo menos do ponto de vista da nutrição.

Uma avaliação realizada pela Associação de Consumidores testou as pipocas de 3 redes de cinema da cidade de São Paulo. As análises basearam seus cálculos no valores de referência da Food Standards Agency (FSA), Agência Regulatória do Reino Unido, que determinam que o consumo acima de 20% de gordura total e 5% de gordura saturada classificam-nas com “alto teor” desse nutriente.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o consumo de gordura trans não deve ultrapassar a 2g/dia e, em relação ao sódio este valor é de 2,0g, o que corresponde, em média, a 5g de sal de cozinha/dia.

Ao comer um pacote grande, o consumidor pode ingerir mais da metade das calorias diárias recomendadas.

A pipoca mais calórica encontrada no teste foi a do shopping Vila Olímpia, da rede Kinoplex (SP). A embalagem grande tem mais de 1.100 calorias por porção, o dobro da versão da rede Cinemark do shopping Market Place (SP), que tem apenas 510 calorias.

A Proteste recomenda que o consumidor coma a pipoca com moderação, escolhendo pacotes menores, sem manteiga e com pouco sal.

Uma maneira de tornar sua sessão de cinema saborosa e saudável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s