Capas de Revistas e Conteúdos Informacionais

Na nutrição o arroz com o feijão perfazem uma combinação perfeita, fornecendo nutrientes essenciais à saúde.

Imagina fazer uma outra união: a nutrição com a comunicação? Uma combinação que pode trazer mais consciência ao seu prato!

A escolha pelo jornalismo, como segunda graduação, surgiu da minha vivência como docente nas aulas do curso de nutrição. É impressionante como a mídia pode pautar nossas conversas e discursos. E, quando se trata de alimentação todo mundo mete a colher, não é mesmo?

O alimento é muito mais que uma fonte de nutrição – ele é fonte de informação, e os meios de comunicação são utilizados como veículos de divulgação e informação dos achados científicos. Reportagens sobre alimentação e nutrição, relatos de pesquisas e recomendações nutricionais cada vez mais se fazem presente em jornais, rádio, televisão, internet, e outros meios de comunicação.

Diante disso, resolvi em meu trabalho de conclusão de curso em comunicação analisar a capa das revistas e o conteúdo informacional referente à saúde e nutrição.

 Foram selecionadas todas as revistas Veja que apresentavam a capa relacionada ao tema Saúde e Nutrição, durante o período de dez meses (julho/2010 a abril/2011). Após a seleção avaliou-se as características das capas, o conteúdo das propagandas presentes nas revistas, bem como o conteúdo informacional, classificando-as de acordo com a proposta de TRIVINOS (1987).

Para a minha surpresa das 40 revistas avaliadas, somente, 12,5% (5 capas) referiram-se à temática proposta, sendo os temas divididos em estética e beleza (40%), saúde e alimentação (40%) e produção e consumo de carne (20%).

Quanto à classificação verificou-se que as revistas, em sua maioria, apresentavam cunho “mercadológicas” e os conteúdos informacionais nem sempre continham a posição de uma fonte especializada e embasamento científico para a construção da matéria.

Como conclusão observou-se que as capas podem influenciar na compra do produto; a quantidade de matérias produzidas com o tema proposto foi pequena; há falta de conhecimento e informações assertivas, baseadas em estudos científicos que fomentem os conteúdos produzidos.

Saborear conhecimento é sempre importante, mas o melhor é quando este conhecimento é recheado de nutrientes que lhe permitam desenvolver senso crítico, favorecendo a promoção da saúde!

Para ter acesso ao trabalho na íntegra entre em contato, ficarei super feliz em compartilhar conhecimentos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s